Marcone Moreira // Visualidade Ambulante

21/08/2010 a 11/09/2010

Visualidade ambulante e o trabalho resultante da pesquisa iniciada em 2009 pelo artista Marcone Moreira. Através da observação e convivência com os vendedores ambulantes da beira do rio Tocantins na cidade de Marabá, Moreira desenvolve esta instalação de 30 caixas de isopor revestidas de fitas adesivas coloridas.
Nelas é interessante observar como se manifesta a necessidade estética do ser humano nesses isopores “decorados”, pois apesar do objetivo prático do revestimento com a fita ser o de proteção, quando lançamos um olhar mais demorado percebemos que esse fim é extrapolado.

Na sua trajetória, Moreira trabalha com construções e junções de planos de materiais e cores, que aliam a delicadeza da arte construtiva com a rudeza de materiais descartados para outros usos. Sua produção tem como forte referencia o local de moradia do artista, Marabá-PA, (lugar de intensa movimentação de pessoas e cargas onde se cruzam dois rios, a rodovia Transamazônica e a ferrovia Carajás), seja quando os materiais, texturas e cores encontram-se fisicamente presentes (através do uso de madeiras de barcos, carrocerias de caminhão, portas de ferro ou nylon de sacolas), ou como referência fundamental na produção de pinturas, fotografias, vídeos ou objetos.

OBRAS

Marcone Moreira

Marcone Moreira

Marcone Moreira