31/10/2018

Lourival Cuquinha – Transição de Fase – depois da FUNARTE BH, agora no MARCO em Campo Grande, MS

Transição de Fase – Lourival Cuquinha

por Mariana Baba Lacerda

Esta mostra nasce do gesto do encontro. Para recolher isso tudo que está aqui exposto, Lourival Cuquinha deambulou por ruas de centros comerciais (Rio de Janeiro, Recife, São Paulo, Belo Horizonte, Paris e Londres) para conhecer imigrantes que, nesses lugares, vendiam coisas. Dinheiros foram trocadas por objetos e registros fotográficos. Nesse escambo, vieram junto histórias e a coleção que se apresenta.
Tecidos, pulseiras, anéis, colares, esculturas, paus de self, fones de ouvidos, carregadores de baterias de celular, esculturas, vasos, pó de café, que antes estavam expostos numa grande mostra pública, de rua, compõem Transição de Fase. Foi preciso perceber cada objeto atentamente para enxergá-los – propondo um ritmo outro ao desfile de coisas postas à venda nas calçadas dos centros urbanos visitados.
Para cada item acrescentado à coleção, uma vez destituído de seu tabuleiro ou de sua esteira no chão, foi criada uma nova relação funcional. Um outro fluxo inaugurou-se, portanto. E talvez, olhando-o atentamente, seja possível compreender um rastro, ou melhor dizendo uma grande mancha da globalização.
Essa mancha parece partir de matérias sólidas (as coisas, os objetos) para alcançar algo mais imaterial: as pessoas que as vendem, seus percursos, seus desejos de futuro, e até mesmo a imaginação e nela a busca por um mundo sem fronteiras, sem muros.

NOTÍCIAS

2018

2017

2016

November

October

September

July

June

April

March

February

January

2015

December

November

October

September

August

June

May

April

March

January

2014

December

November

August

July