December, 19

Cristian Segura

Cristian Segura nasceu em 1976 em Buenos Aires e atualmente vive e trabalha em Tandil, Argentina. O trabalho de Segura foi objeto de muitos shows de grupo solo notáveis ??na Galeria Artemisa, Nova York (2016), Centro Cultural Teatro San Martín, Buenos Aires (2016), Galeria Baro, São Paulo, Brasil (2011); Centro Cultural da Espanha em Buenos Aires, Argentina (2011) e no Museu de Arte das Américas, Washington DC (2010). Seu trabalho também foi apresentado na 11ª Bienal de Havana, Cuba (2012), na 6ª Bienal de VentoSul, Curitiba, Brasil (2011) e na Trienal do Chile (2009). Ele recebeu subsídios de residência do Hangar, Barcelona, ??Espanha (2008); Batiscafo, Havana, Cuba (2008) e El Basilisco, Buenos Aires, Argentina (2006). Seu trabalho pode ser encontrado nas coleções do Museu de Arte Carrillo Gil, na Cidade do México. Juan B. Casgnino + Museu Macro, Rosário; Museu de Arte Contemporânea, Bahía Blanca; Fundação OSDE; Museu da Lama, Paraguai; e o Centro Cultural de Documentação La Moneda, Chile, entre outros. Segura foi curadora convidada da Fundação arteBA e da Direção de Artes Visuais da Nação Argentina.

 

Cristian Segura was born in 1976 in Buenos Aires and currently lives and works in Tandil, Argentina. Segura’s work has been the subject of many notable solo group shows at Artemisa Gallery, New York (2016), Centro Cultural del Teatro San Martín, Buenos Aires (2016), Galería Baro, São Paulo, Brazil (2011); Centro Cultural de España en Buenos Aires, Argentina (2011) and at Art Museum of the Americas, Washington DC (2010). His work has also been featured at the 11th Havana Biennial, Cuba (2012), the 6th Biennial of VentoSul, Curitiba, Brazil (2011) and the Trienal de Chile (2009). He has received residency grants from the Hangar, Barcelona, Spain (2008); Batiscafo, Havana, Cuba (2008) and El Basilisco, Buenos Aires, Argentina (2006). His work can be found in the collections of the Museo de Arte Carrillo Gil, México City.; Museo Juan B.Castagnino+Macro, Rosario; Museo de Arte Contemporáneo, Bahía Blanca; Fundación OSDE; Museo del Barro, Paraguay; and the Centro de Documentación Centro Cultural La Moneda, Chile, among others. Segura has been guest curator at the Fundación arteBA and the Dirección de Artes Visuales de la Nación Argentina.

 

November, 29

Oleg Dou

Nasceu na Russia, em 1983
Russian, born 1983
Oleg Dou transforms photographic images of human faces, manipulating them with computer software to produce stylized features and airbrushed skin. When Dou’s parents, a painter and dress designer, gave him a copy of Photoshop at age 13, he began to alter images of his school friends’ and teachers’ faces. Initially inspired by a 19th-century tradition of capturing child funeral portraits, for which the body would be dressed in costume and prepared in intricate detail, Dou is interested in producing images that are both alluring and unsettling. “I am looking for something bordering between the beautiful and the repulsive, living and dead,” he has said. “I want to attain the feeling of presence one can get when walking by a plastic manikin…
November, 27

Manuel Caeiro

Manuel Caeiro. Portugal, 1975.

Juan Tessi

Argentine, born 1972

SESPER

Alexandre Cruz Sesper. Santos/SP, 1973. Vive e trabalha em São Paulo/SP.

Alexandre Cruz Sesper. Santos/SP, 1973. Live and works in São Paulo/SP.

Valeria Maculan

Valeria Maculan é uma artista argentina do pós-guerra e contemporânea nascida em 1968.

Valeria Maculan is an Argentinian Postwar & Contemporary artist who was born in 1968.

November, 26

Guilherme Peters

1987. São Paulo, Brasil
Vive e trabalha em / Lives and Works in São Paulo

Marcus Vinicius

Marcus Vinícius Pereira (1967), São Paulo – Brasil. Vive e trabalha em SP.

Marcus Vinícius Pereira (1967). Live and works in SP – Brazil.

Hernán Salamanco

Nasceu em 1974, Argentina. Vive e trabalha em Buenos Aires.

Pintor Argentino nacido en 1974 Vive y trabaja en Buenos Aires.

Rubens Mano

Rubens da Silva Mano (São Paulo SP 1960).

Artista multimeios. Em 1984, forma-se na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo de Santos e freqüenta cursos de extensão em fotografia. No fim da década de 1980, inicia pesquisas sobre a paisagem urbana e realiza seus primeiros objetos tridimensionais. Entre 1992 e 1998, organiza, com Eli Sudbrack (1968), Everton Ballardin (1965) e José Fujocka (1969), o projeto Panoramas da Imagem, com exposições, oficinas e debates sobre a presença da fotografia na produção artística contemporânea. Recebe o Prêmio Estímulo à Fotografia da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, em 1993. Como desdobramento de sua produção fotográfica, começa a investigar as correspondências entre imagem e espaço, quando transpostas para o ambiente real das cidades. Um exemplo é a instalação Detetor de Ausências, 1994 – sua participação no evento Arte Cidade II – em que projeta dois feixes de luz sobre o viaduto do Chá, em São Paulo. Em 2001, recebe o Prêmio Aquisição do Panorama da Arte Brasileira, concedido pelo Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM/SP). No ano seguinte, participa da 25ª Bienal Internacional de São Paulo. Entre 2002 e 2003, desenvolve o projeto Paisagens Incertas – série de intervenções e fotografias produzidas com o auxílio de uma bolsa da Fundação Vitae. Em 2003, conclui mestrado em artes na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP). Participa da Biennale of Sydney, em 2004, com o projeto Visor. Interessado na reflexão relativa às mediações entre o trabalho de arte e sua audiência, principalmente em ações propostas para os espaços das cidades, inicia em 2005 o projeto Visible, preparado para a última edição do inSite (Tijuana, México/San Diego, Estados Unidos). Em 2006, ganha uma bolsa da Cisneros Fontanals Art Foundation e, em 2008, participa do projeto Espaços Reversíveis no Museu Cruz e Souza, em Florianópolis e ocupa o espaço do Octógono, na Pinacoteca do Estado de São Paulo, com o trabalho contemplação suspensa.

 

Veja mais em: RUBENS Mano. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2019. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa13718/rubens-mano>. Acesso em: 26 de Nov. 2019. Verbete da Enciclopédia.
ISBN: 978-85-7979-060-7

2020

2019

December

November

October

September

August

July

June

May

April

March

February

January

2018

November

October

September

May

March

2017