Coletiva Residentes

2014/07/10 - 2014/08/02

Coletiva Residentes

Curada por Adriano Casanova, a mostra marca a estréia do Programa de Residências da galeria e conta com jovens artistas de outros estados do Brasil.

Durante o período da residência – que variou de um a dois meses – os artistas provenientes de Pernambuco (Ramonn), Rio de Janeiro (Felippe) e Minas Gerais (Alan), vivenciaram a cidade de São Paulo, mais especificamente o bairro da Santa Cecília, onde a galeria está situada, e cada um à sua maneira foi incorporando elementos dessa experiência na concepção de seu trabalho.

 Alan Fontes, 34, teve apoio do Prêmio Foco Bradesco Art Rio 2013 para sua residência. Na mostra do mineiro, serão expostas seis pinturas inéditas que dão continuidade à série “Desconstruções”. Esta tem como temática casas em ruínas cujas estruturas arquitetônicas se encontram parcialmente preservadas, revelando um aspecto ambíguo de destruição.

Na mostra “Ordem”, de Felippe Moraes, 26, serão apresentadas esculturas, pinturas e fotografias que dialogam com imprevisibilidades da matemática,  o aspecto invisível do espaço, a metafísica. Uma tentativa poética de medir a existência e mergulhar nas relações elementares entre o homem e o mundo, a linguagem e a matéria.

Ramonn Vieitez, 23, pintor à óleo autoditada,  cujo trabalho é caracterizado por um universo sombrio, repleto de símbolos urbanos e do Ocultismo, foi tomado pelos azuis acentuados do entardecer da cidade,  o estilo do pixo de São Paulo e pela atmosfera psíquica paulistana.

COLETIVA RESIDENTES: Alan Fontes, Felippe Moraes e Ramonn Vieitez

Curadoria de Adriano Casanova.
Abertura: 10/07, 19h
Visitação: 11/07 a 02/08/2014
terça a sexta, das 11h às 19h
sábado, das 11h às 18h