23/03/2019

Almandrade integra a exposição Abertura 1980 no Instituto Figueiredo Ferraz

 

04

Almandrade integra a exposição Abertura 1980, com curadoria de Rafael Vogt Maia Rosa, no Instituto Figueiredo Ferraz.

Abertura 1980:
Esse conjunto de obras produzidas em torno da década de 1980 foi selecionado de forma a valorizar o diálogo entre as peças e o aspecto que mais chamou a atenção: uma desenvoltura inédita no limiar dos suportes tradicionais. Pois, se na década de 1960, temos um ímpeto voltado ao corpo e uma disseminação consistente da arte conceitual que se estende à próxima década, nos anos de 1980, há uma adesão inesperada e convicta à pintura e à escultura, paralelamente às apropriações e ao uso intensivo da fotografia em uma dimensão que ia além de preocupações estritamente morfológicas. A abstração pura persiste, mas, justamente a figuração é que dá o tom dessa “abertura” no sentido de permitir a valorização de elementos congeniais de nossa cultura, às vezes até bem-humorados ou mais rebeldes, no lugar de uma tensão programática que responde a um único esquema geral para a arte brasileira.

Rafael Vogt Maia Rosa.

NOTÍCIAS

2019

July

June

May

April

March

February

January

2018

November

October

September

May

March

2017

2016

November

October

September

July

June

April

March

February

January

2015