Artista venezuelano radicado em Paris, Elias Crespin é o primeiro artista latino-americano vivo a passar a fazer parte da coleção do Musée du Louvre.