O artista carioca Felippe Moraes apresenta a exposição “Os Elementos” com curadoria de Alexandre Sá no Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica. Com abertura no dia 9 de abril e visitação gratuita até 9 de maio, a mostra é constituída de quatro trabalhos inéditos no Brasil expostos nas escadarias da instituição, pretendendo discutir as tensões entre a linguagem matemática e o mundo tangível.

Serão apresentados os trabalhos “Pi”, “Phi” e “Primos” que consistem de painéis de LED de grandes proporções apresentando os números referentes às primeiras 30 mil casas decimais das constantes matemáticas que intitulam os trabalhos. Além disso será apresentada a obra sonora “Os Elementos”, que consiste de um código morse com os primeiros 18 apontamentos do postulado homônimo escrito pelo matemática grego Euclides.

convite-os-elementos-web

A exposição é um dos desdobramentos das pesquisas do artista ao longo dos últimos 5 anos, trazendo uma apreensão sensorial das relações matemáticas com a realidade humana e as muitas possíveis incongruências da geometria euclidiana com o mundo tangível ou com as distorções de tempo-espaço frequentemente discutidas pela física contemporânea.

O trabalho de arte contemporânea traz aspectos únicos da pesquisa do artista e com uma ambição conceitual que é característica de sua trajetória internacional, levantando questões herméticas que estão intrincadamente relacionadas com os problemas físicos e conceituais do mundo em que habitamos.

De forma a aprofundar as discussões sobre as tensões entre a matemática, a ciência e o mundo das experiências, no dia 7 de maio às 16h, será realizado um debate aberto ao público  entre o artista Felippe Moraes, o curador Alexandre Sá, a física Elika Takimoto e a química nuclear Luciana Carvalheira.

A exposição e o debate se fizeram possíveis por meio do patrocínio “Viva o Talento!” da Prefeitura do Rio de Janeiro e da Secretaria Municipal de Cultura,  além da parceria com o Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica.

Clique aqui para mais informações