26/07/2016

Felippe Moraes participa da exposição PAVILHÃO, na Casa França-Brasil, no centro do Rio de Janeiro, RJ

Acontece até 30 de julho, com a participação de 3 obras do nosso artista Felippe Moraes, a exposição coletiva PAVILHÃO, na Casa França-Brasil, no centro do Rio de Janeiro, RJ.

“PAVILHÃO é uma exposição de exposições. Como nas exposições universais, recorrentes no século XIX e atualizadas nas grandes mostras de arte internacional dos séculos XX e XXI, queremos evidenciar as diferentes culturas materiais e imateriais que são negociadas e apropriadas, hoje, entre agentes e gestores de variadas ações culturais no Rio de Janeiro.

Para o PAVILHÃO convidamos os participantes de um recente seminário realizado na Casa que discutia cultura em tempos de crise. Museus, espaços independentes e programas educativos do Rio de Janeiro se reúnem novamente para abrir seus gabinetes de curiosidades.

Participam do PAVILHÃO Casa França-Brasil: A MESA, casamata, CCBB, Despina | Largo das Artes, EAV Parque Lage, És Uma Maluca, MAM-Rio, MAR, Museu Bispo do Rosário de Arte Contemporânea, Museu da Maré, Museu Histórico Nacional, Olho da Rua, Paço Imperial, e outras ações relacionadas à exposição.

Como mostrar a cultura advinda de cada instituição? Muito além da cultura material que marcou as exposições universais, exibindo plantas, animais, jóias, especiarias, nos foram solicitados, para o PAVILHÃO, principalmente, o corpo e a voz. Exibiremos, assim, falas adversas, ainda atuando nos sentidos de um sistema que distingue, separa, seleciona, mas que também produz seus contra-discursos.”

 

PAVILHAO

 

Clique aqui para mais informações

26/07/2016

Túlio Pinto é o ganhador em licitação na UFCSPA, Porto Alegre, RS

Após uma longa seleção, Túlio Pinto ganha a licitação de intervenção artística para área externa com duas novas obras: Cumplicidade #10 e Cumplicidade #11. As obras estão instaladas permanentemente na praça central do campus da UFCSPA (Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre), na Rua Sarmento Leite, 245, Porto Alegre, RS.

AAX00795

Detalhe das obras Cumplicidade #10 e Cumplicidade #11

AAX00766

Clique aqui para mais detalhes sobre o processo de licitação

12/07/2016

Túlio Pinto na coletiva “MAC-MON: um diálogo”, até 31 de julho de 2016, no Museu Oscar Niemeyer, Curitiba, PR

Acontece até 31 de julho, no Museu Oscar Niemeyer, a coletiva “MAC-MON: um diálogo”. A mostra conta com 55 obras dos acervos dos museus MAC-PR e MON. Dentre os artistas, contamos com o Túlio Pinto, com a obra NADIR #8.

Para mais informações, acesse o site do Museu Oscar Niemeyer clicando aqui.

 

2016-07-16-PHOTO-00001325

 

04/07/2016

Maria Nepomuceno | Coletiva Space to Dream: Recent Art from South America | até 18 de setembro de 2016 | Auckland, Nova Zelândia

Acontece até 18 de setembro de 2016, a coletiva Space to Dream, na Auckland Art Gallery, em Auckland, Nova Zelândia. A mostra conta com 41 artistas de 6 países da América do Sul – Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Paraguai e Uruguai. Dentre eles, está a nossa artista carioca Maria Nepomuceno.

Para saber mais sobre a mostra, visite o site da Auckland Art Gallery Toi o Tamaki clicando aqui.

 

AAG_SptD_Einvite_w_Artists[1]

25/06/2016

25/06/2016

AS IF, AT HOME – ARTISTS IN EUROPE

An exhibition with Miros?aw Ba?ka, Norbert Bisky, Michaël Borremans, Irina Botea,
Valérie Favre, Lia Kazakou, Ali Kaaf, Šejla Kameri?, Flo Kasearu, Marie Lund and Sean Scully.
curated by Jurriaan Benschop
BOX Freiraum, Berlin
June 25 – October 31 2016
http://www.box-freiraum.berlin/

25/06/2016

Elective Affinities – German Art since the late 1960s

The Latvian National Museum of Art, Riga, Latvia
June 17, 2016 – August 21, 2016
http://www.lnmm.lv/en/aeh/visit/exhibitions/1655-elective-affinities

24/06/2016

Maria Nepomuceno at the Barbican Center, London: Cosmic Teta

24 May 2016 – 29 August 2016

Foyer, Level G

Opening a new series of commissions for the Barbican’s public spaces, contemporary artist Maria Nepomuceno presents Cosmic Teta. Using materials and techniques developed by the artist and inspired by the indigenous craft traditions of Brazil, Nepomuceno’s woven and beaded sculpture brings vibrant colour and a sense of growth to the Barbican’s Brutalist surround.

http://www.barbican.org.uk/artgallery/event-detail.asp?ID=19709

11/04/2016

Felippe Moraes | Os Elementos | Abertura 09.04, das 10h às 18h, no Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica | Rio de Janeiro, RJ

O artista carioca Felippe Moraes apresenta a exposição “Os Elementos” com curadoria de Alexandre Sá no Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica. Com abertura no dia 9 de abril e visitação gratuita até 9 de maio, a mostra é constituída de quatro trabalhos inéditos no Brasil expostos nas escadarias da instituição, pretendendo discutir as tensões entre a linguagem matemática e o mundo tangível.

Serão apresentados os trabalhos “Pi”, “Phi” e “Primos” que consistem de painéis de LED de grandes proporções apresentando os números referentes às primeiras 30 mil casas decimais das constantes matemáticas que intitulam os trabalhos. Além disso será apresentada a obra sonora “Os Elementos”, que consiste de um código morse com os primeiros 18 apontamentos do postulado homônimo escrito pelo matemática grego Euclides.

convite-os-elementos-web

A exposição é um dos desdobramentos das pesquisas do artista ao longo dos últimos 5 anos, trazendo uma apreensão sensorial das relações matemáticas com a realidade humana e as muitas possíveis incongruências da geometria euclidiana com o mundo tangível ou com as distorções de tempo-espaço frequentemente discutidas pela física contemporânea.

O trabalho de arte contemporânea traz aspectos únicos da pesquisa do artista e com uma ambição conceitual que é característica de sua trajetória internacional, levantando questões herméticas que estão intrincadamente relacionadas com os problemas físicos e conceituais do mundo em que habitamos.

De forma a aprofundar as discussões sobre as tensões entre a matemática, a ciência e o mundo das experiências, no dia 7 de maio às 16h, será realizado um debate aberto ao público  entre o artista Felippe Moraes, o curador Alexandre Sá, a física Elika Takimoto e a química nuclear Luciana Carvalheira.

A exposição e o debate se fizeram possíveis por meio do patrocínio “Viva o Talento!” da Prefeitura do Rio de Janeiro e da Secretaria Municipal de Cultura,  além da parceria com o Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica.

Clique aqui para mais informações

21/03/2016

David Medalla é anunciado como um dos quatro finalistas para o Hepworth Prize for Sculpture

Foi anunciado essa semana a lista dos quatro finalistas para o Hepworth Prize for Sculpture. A seleção para o prêmio é feita para artistas britânicos ou residentes no Reino Unido, independente da idade, que têm uma contribuição significante para o desenvolvimento de esculturas contemporâneas. Dentre eles está o nosso artista David Medalla.

David Medalla é um artista vinculado à land art, arte cinética, arte participativa e arte vida. Editou a revista SIGNALS, pioneira na crítica de arte. Entre suas iniciativas de colaborações internacionais, destacam-se os projetos “Exploding Galaxy”, 1967, “The Mondrian Fan Club” com Adam Nankervis, 1994, e a London Biennale, 2000.

Aa mostra acontecerá no “The Hepworth Wakefield”, de 21 de outubro de 2016 a 17 de janeiro de 2017 e o ganhador será anunciado em novembro desse ano.

David Medalla

Clique aqui para mais informações

NOTÍCIAS

2016

2015

December

November

October

September

August

June

May

April

March

January

2014

December

November

August

July

June

May

April

March

February